Ano novo, vida nova!

1 de janeiro de 2017
01-01-17

Todos devemos ser gratos a Deus pela oportunidade de receber um novo dia. O profeta declara que As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim, renovam-se cada manhãe o salmista declama “Ao anoitecer, pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã

Da mesma forma como cada dia é uma dádiva do Senhor, começar uma nova semana, um novo mês, uma nova estação e um novo ano é um presente dadivoso que recebemos do Pai Celeste.

Há aqueles que olham para a vida de forma linear, como uma régua comprida cheia de eventos, vivendo simplesmente para cumprir uma tabela existencial. Outros, porém, veem a vida de forma cíclica, entendendo cada reinício como um novo ciclo e uma nova oportunidade.

Um músico de nossa geração canta “Ano novo, vida nova. Mas se a gente não for diferente, tudo vai ser igual.” O fator determinante não é o novo calendário, mas o seu comportamento diante da nova agenda. E é fato incontestável: se você não for diferente, tudo vai ser igual.

Receber um novo ano é muito prazeroso, tal como ganhar uma agenda nova. É como se nos fosse entregue uma folha em branco pronta para ser preenchida pela nossa vida. E isto deve produzir em nós um sentimento de gratidão, de alegria e de dependência, mas também, de responsabilidade.

O tempo é parte da criação de Deus, dividido por Ele, de forma muito democrática e justa, a todo ser humano. Todos têm, igualmente, um dia de vinte e quatro horas e um ano de trezentos e sessenta e cinco dias. A questão é como tirar proveito deste tempo. Nós, por natureza, temos sérios problemas de gestão, de disciplina e de perseverança que precisam ser tratados com muita determinação e firmeza.

Olhar para a vida de forma cíclica é aproveitar estas oportunidades para efetuar correções, promover mudanças, redefinir propósitos e pôr em prática decisões. A parte que é nossa, Deus não faz. Com uma gestão eficiente do tempo a vida será melhor e bem mais proveitosa.

Saiba, porém, que se Deus não estiver no processo, inútil serão todas as nossas intenções e todas as nossas realizações. A presença Dele é que fará a diferença. Moisés, consciente desta dependência, declarou em sua poesia:

Seja sobre nós a graça do Senhor, nosso Deus; confirma sobre nós as obras das nossas mãos, sim, confirma a obra das nossas mãos. (Salmo 90:17)

O desejo do nosso coração é que você viva 2017 como mais um ciclo de sua vida rico em oportunidades e pronto para ser vivido em sua forma plena na dependência e sob a benção do Senhor.

Feliz ano novo! Feliz vida nova!