Autor da Vida

Neste final de ano me deparei com a música “Autor da vida”, do grupo Vocal Livre. Sua poesia, melodia e cenas do clip oficial me fizeram refletir sobre a participação de Deus, o Autor da vida, na minha história e sobre qual a minha parte nisto. Moisés e Arão, patriarcas bíblicos e líderes que participaram da formação do povo de Israel, reconheceram e declararam Javé como o “Autor e Conservador de toda a vida” (Nm 16:22) e como “Autor e Conservador de toda vida” (Nm 27:16). Para eles, Javé é o Deus criador e sustentador de todas as formas de vida e Aquele que a conserva durante toda a sua duração. Pedro, um dos principais apóstolos que foi levantado por Deus para a formação e consolidação da igreja, em seu primeiro sermão asseverou com convicção e firmeza que Jesus, o Messias, é o “Autor da vida” (At 3:15).

E o escritor da carta aos Hebreus aprofunda este conceito de um Deus “autor” quando declara que Jesus não é somente o autor da vida, mas é o autor da salvação (Hb 2:10, 5:9) e da fé (Hb 12:2). Seu propósito era encorajar seus leitores a crerem em um Deus que é a causa da existência (Autor da vida), bem como o responsável pela eternidade (Autor da salvação) e também Aquele que é a origem e fonte da espiritualidade (Autor da fé). Então, a pergunta que surge é: até que ponto Deus entra na minha história e até que ponto eu posso interferir? Em teologia, estaríamos tratando das doutrinas da soberania divina e da liberdade humana. Na virada de cada ano, a sensação que temos é de estar virando a página de mais um período de nossa história e começando outro. E lá no fundo o nosso sentimento é de que a vida é uma constância de ciclos, fases, rotatividade, transição, sequência e recomeço, como se em cada nova fase recebêssemos uma folha em branco a ser preenchida. Este é o retrato que o poeta Pedro Valença pinta, de forma inspirada e colorida, com seu verso:

“Passa o tempo, passam horas

Gira mundo, vira a história

Folha em branco, Deus escreve

Coisas novas para o bem

Permanece ou muda tudo

Fica perto ou vai embora

Dói no peito, a gente chora

Mas consola sem demora”

Sem nos aprofundar nos conceitos teológicos, ao que parece, em algum momento da criação, Deus decidiu, em sua soberania, interferir na história particular de cada pessoa, com uma “pseudo” permissão. Nós cremos sim, que Deus pode escrever uma linda história na vida de qualquer pessoa que se submeter ao seu governo e senhorio, posicionando-se, de forma submissa e obediente às suas diretrizes tão bem definidas e delineadas em seu manual de vida, a sua Palavra. Tudo pode acontecer a qualquer em um ano, inclusive aquelas situações que machucam o nosso coração, apertam o nosso peito, ferem a nossa alma e que gelam as nossas entranhas. Não sabemos o que vem pela frente. Não podemos prever os acontecimentos do futuro.

O que devemos ter certeza é que, se nossas escolhas, vontades e vida estiverem nele, iremos nos deparar com um final feliz. “O autor da vida conta histórias belas. Já escreveu a sua, com final feliz. O autor da história, torna a vida bela, a escolha é sua e o final será feliz” O meu desejo é que as penas do habilidoso e sábio escritor, o Autor da vida, escrevam a sua história, não somente do novo ano, mas de toda a sua vida. E que lá no fim, com muitas e belas histórias que irão acontecer, você tenha um Final Feliz!