NINGUÉM TEM MAIOR AMOR DO QUE ESTE!

“ Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos ” – Joao 15:13

Jesus nos amou e deu sua vida por nós, sendo nós ainda pecadores. Éramos egoístas, avarentos, arrogantes, vaidosos, blasfemadores, desobedientes aos pais, às autoridades, aos mais velhos, ingratos, sem respeito algum pelo próximo, por Deus, pela criação, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, vaidosos, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, pecadores e inimigos do bem e do direito.

Infelizmente, este é o triste retrato de muitas pessoas que vivem para si mesmas. Vidas centradas em si mesmas são vidas sem sentido. No fim das contas, começa a bater um desespero, pois aquilo que você pensava que fosse a coisa mais importante de sua vida, acaba se mostrando sem valor algum. Isto acontece porque não fomos criados para vivermos para nós mesmos, mas para glória de Deus e em favor do próximo. Fomos chamados para entregar todo nosso viver para Cristo. Paulo fala em Gálatas 2:20: “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” É impossível compensar o que Jesus fez por nós na cruz.

Seria o mesmo que tentar adoçar o oceano com um pingo de agua doce. Tem a ver com entrega total por amor a Ele. Mas se estamos dispostos a nos entregar a Cristo, também precisamos estar dispostos a nos entregar ao próximo. Efésios 5:25 : “Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela.” Êxodo 20:12 :“Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.” Honrar implica em colocar sua vontade em segundo lugar, e abraçar a vontade de seu pai ou sua mãe.

Marcos 12:30-31 : “Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força. O segundo é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que este. ” E ao contrário do que você possa imaginar, uma vida vivida para Cristo e para outros não é, e nem pode ser, uma vida triste, sem alegria e satisfação. A partir do momento que você descobrir para quem você deve viver, você descobrirá também que até aquele instante tudo foi uma preparação para este momento. Agora é que começa a caminhada. Nada de decepção. Nada de frustração. Apenas a convicção de que você fez o que deveria ter feito. E de que há uma recompensa para aqueles que vivem dessa forma. Jesus amou, serviu e deu sua própria vida em favor dos seus amigos e inimigos. Seu amor é incomparável! “Quem não vive para servir ainda não encontrou o motivo certo para o qual viver e morrer”.