UMA FÉ DINÂMICA NA DINÂMICA DAS CÉLULAS

22 de janeiro de 2017
bible

 “…preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado, até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo” – Efésios 4.12-13

Com alegria e louvando ao Senhor os encontros dos nossas células recomeçam. Novamente agradecemos a Deus pela vida dos líderes, líderes em treinamento, supervisores, anfitriões e todos os membros que fortalecem este trabalho.

Sempre destacamos que as células na IPI de Dourados não foram implantadas como recurso para o crescimento da igreja. Mas realizamos este projeto por entendermos que o grupo pequeno é um princípio bíblico que favorece a vivencia real da fé cristã, pelo evangelismo, edificação, discipulado, comunhão e pastoreio mútuo. Participar ativamente de uma célula possibilita a prática da Palavra, relacionamentos saudáveis, cuidado pessoal, descobrimento e uso dos dons para o serviço no Corpo. Ou seja, o pequeno grupo promove a vivência do Evangelho.

A célula não se restringe a um encontro semanal. Mas designa um grupo de irmãos e irmãs que assume o compromisso de seguir a Jesus Cristo em cooperação e missão.

Seguir a Cristo como? Quais as implicações práticas da vida em célula?

Cremos que reunidos em nome de Jesus, buscando conhece-lo cada vez mais, tendo-o como exemplo e Senhor, o pequeno grupo será motivado pelo Espírito Santo a viver uma fé dinâmica: alcançando outras pessoas ao amor de Deus, integrando-as em Sua família, aceitando-as em suas maneiras e dificuldades e inspirando outros grupos a também alcançarem, integrarem, aceitarem e inspirarem ao seguimento a Jesus Cristo.

Fazendo uso das palavras do apóstolo Paulo, por meio da célula, trabalhamos para que a edificação e o crescimento da igreja ocorram no aperfeiçoamento para a obra do ministério, na unidade da fé e com o pleno conhecimento do Filho de Deus (Efésios 4.12-13).

Este é o nosso propósito: Como igreja de célula, crescer saudavelmente (com fortes princípios cristãos), crescer impactantemente (gerando efeitos e mudanças em nosso contexto) e crescer numericamente (a um progressivo número de pessoas). E todos nós somos convidados a participar desta obra divina.

Por isso, quero convidá-lo (a) mais uma vez a integra-se em um grupo pequeno, caminhando junto a irmãos e irmãs, dispondo sua vida para fortalecê-los e também ser por eles fortalecido (a)…

… alcançando, integrando, aceitando e inspirando outras pessoas a caminharem com Jesus Cristo.